Restaurante português nos EUA adapta-se com envio de pastéis de nata para casa
Restaurante português nos EUA adapta-se com envio de pastéis de nata para casa

O café-restaurante português Natas Pastries, em Los Angeles, está a adaptar-se às restrições impostas pela pandemia com o envio de pastéis de nata para clientes nos Estados Unidos. A dona do café-restaurante, Fátima Marques, natural de Lisboa, decidiu iniciar a nova faceta do negócio por causa dos muitos pedidos que estava a receber desde o início do confinamento. "Envio para os Estados Unidos, de Nova Iorque a Miami e Las Vegas, por todo o lado me pedem", diz a chef. A maior parte dos pedidos vem de "portugueses, lusodescendentes", mas também das muitas estrelas norte-americanas que frequentam o espaço. Aos pasteis de nata, juntam-se as bolas de berlim, pastéis de bacalhau ou chouriço.

Luso-descendente promove design em cortiça no mercado norte-americano
Luso-descendente promove design em cortiça no mercado norte-americano

A promoção da cortiça como um "material incrível" e "muito sustentável" é uma das motivações da designer lusodescendente Melanie Abrantes, que desenha peças únicas na Califórnia com a matéria-prima importada de Portugal. A artista, que fundou a marca Melanie Abrantes Designs em Oakland, produz artigos para casa com vários tipos de cortiça que são vendidos em lojas da especialidade. Entre os produtos em cortiça que Melanie Abrantes, de 28 anos, criou estão caixas de joias, candeeiros de teto, cinzeiros para canábis, castiçais e vasos para plantas. Neta de portugueses, visita Portugal uma vez por ano, dividindo-se entre Lisboa, onde vive a avó, e os produtores de cortiça no norte.