Critica: Adriana Calcanhotto lança "Só", álbum que reforça o estilo único de sua poesia

Se para algumas pessoas a quarentena tem-se tornado um momento de desânimo, para outras ela tem sido uma oportunidade de se dedicar ao que se ama, como é o caso da cantora Adriana Calcanhotto. Em praticamente dois meses, ela deu vida a seu novo disco intitulado por "Só (2020)", trabalho que  sucede o álbum "Margem (2019)" e que já na primeira audição, mostra a visão da artista sobre o momento atual. O trabalho de "quarentena" foi o mais rápido de sua carreira, mas primoroso nas letras e ainda melhor que seu último CD. Seu 13° disco de carreira traz nove canções inéditas tendo todos os direitos autorais destinados a instituições de caridade.